Arquivo da categoria ‘Febre’

Convulsão e febre

02/10/12

Febre! A febre é um sinal de alerta. Pode ser mais ou menos percebida por meio das mãos ou do rosto de quem examina, mas é melhor caracterizada e medida por meio de um termômetro. A temperatura normal vai até 37 ou 37,5 graus Celsius. Acima disso é febre. E pode chegar a 40 graus ou um pouco mais.
A febre da criança causa grande preocupação a seus pais. Quanto mais alta a temperatura, maior a angústia. Quando os pediatras perguntam o porquê de tamanha agonia diante do estado febril dos filhos, os pais costumam dizer:
“A febre está muito alta e tenho medo de que meu filho tenha convulsões.”
Em que ponto a febre provoca convulsões? A resposta não é simples, mas a convulsão não resulta necessariamente de febre muito alta.
Se a febre é alta, chegando, por exemplo, a 39 graus e a criança não teve convulsões, dificilmente terá. A convulsão febril depende mais da rapidez da elevação da temperatura do que do grau da febre. Pode haver convulsão com febre baixa, por exemplo 37,8.
Em que idade pode acontecer a convulsão febril?
A convulsão febril dificilmente ocorre em bebês com menos de seis meses de idade. Ela ocorre em crianças em geral após os seis meses; a incidência cai até os seis anos; após os seis anos de idade é raro a criança ter convulsão febril.
Outro detalhe que você deve saber: Uma criança de dois ou três anos, que já teve vários episódios febris e não convulsionou, dificilmente terá convulsão causada pela febre.
Assim, não deixe a febre de seu filho causar medo de convulsões em você.
Os sinais de alerta que devem ser valorizados são: Febre acima de 39,5, com calafrios, aparecimento de manchas na pele, queda do estado geral e criança gemente. Preste atenção nestes sinais, especialmente se a febre persistir por dois ou três dias.
Diante destes sintomas, não dê o remédio que a amiga, o vizinho, o curioso ou alguém da família ensinou. Procure o posto de saúde ou o pediatra.
Febre é sinal de doença, mas nem toda febre provoca convulsões.

Visite meu site www.momentosaude.com.br

Febre

17/09/12

A febre é o mais antigo e temido sinal de doença, historicamente sinônimo de graves epidemias que mataram milhões de pessoas. Ninguém fica indiferente à febre porque quando ela vem podem vir outras coisas muito graves junto com ela, às vezes a morte.
Que pai ou mãe não se preocupa quando o filho de repente fica “quente”.
“Meu filho está com febre, doutor.”
Os pais mencionam a febre sem prestar atenção em quantos graus de febre tem a criança, o que é uma informação muito útil para o médico.
A criança está com febre, mas e seu estado geral? É bom? O apetite como está? Há outros sinais ou sintomas além da febre?
Para entender a febre é necessário entender um pouco sobre o funcionamento do corpo humano. A temperatura interna do corpo varia muito pouco em condições de normalidade. Fica entre 37 e 37,2 graus Celsius. O corpo produz e perde calor constantemente e tem mecanismos complexos para regular sua temperatura.
Você e eu perdemos calor através da pele, pelo suor, mesmo sem perceber. Em um dia quente haverá sempre maior dificuldade para o corpo perder calor. Tomemos como exemplo uma criança com febre num dia em que a temperatura ambiente seja de 30 graus. Esta criança tem mais dificuldade em perder o calor pela pele do que quando a temperatura externa for de 17 graus. Por isto a febre, em geral, é mais alta e de difícil controle no verão do que no inverno.
A criança está com febre? Não se exaspere! A febre é apenas a manifestação de uma doença e não tem perigo em si, desde que controlada em níveis razoáveis. A febre quase sempre tem um comportamento benigno e só raramente traz complicações.
Remédios para febre são chamados de antitérmicos. O uso de antitérmico tem como objetivo diminuir o mal-estar causado pela elevação da temperatura do corpo. Desde que a criança esteja se sentindo bem, costuma tolerar uma febre baixa sem problemas.
No fundo a febre é um sinal de alerta porque é o primeiro aviso de que algum desarranjo está começando no organismo.
Visite meu site www.momentosaude.com.br