Arquivo da categoria ‘Cora√ß√£o’

Quando o coração envelhece mais depressa do que deveria

04/09/17

O envelhecimento √© assim√©trico. √Äs vezes somos jovens com esqueletos de velhos. E vice-versa, mais raramente. Outras vezes, por conta de um passado de muita exposi√ß√£o solar, temos peles manchadas, enrugadas e feias, ainda que com pouca idade. Algumas pessoas muito idosas t√™m mentes extraordinariamente jovens, coisa de fazer inveja a qualquer um. Assim tamb√©m o cora√ß√£o, pode ser mais velho do que deveria, por variadas raz√Ķes.
A doen√ßa do cora√ß√£o ainda √© a principal causa de morte em todo o mundo. Em alguns pa√≠ses, como no Reino Unido, ela √© a primeira causa de morte em homens e a segunda em mulheres. Em algumas regi√Ķes desenvolvidas do planeta, o c√Ęncer mata mais do que o cora√ß√£o, mas por muito pouco. No Brasil, o acidente vascular ‚Äď infarto do mioc√°rdio e acidente vascular cerebral – √© a principal causa de morte n√£o-violenta em adultos.
Muitas pessoas t√™m cora√ß√Ķes muito mais velhos do que suas idades cronol√≥gicas. Isso decorre de uma predisposi√ß√£o gen√©tica ou, principalmente, de um estilo de vida que lesa o cora√ß√£o, tornando-o mais fraco e mais vulner√°vel. Na Inglaterra foi feito um estudo extenso sobre este tema, envolvendo 33 mil homens com 50 anos de idade ou mais, pelo Servi√ßo de Sa√ļde P√ļblica. Desse estudo sa√≠ram algumas recomenda√ß√Ķes pr√°ticas:
1-Parar de fumar
2-Fazer exercícios regularmente
3-Controlar o peso
4-Comer mais fibras vegetais e menos gorduras
5-Reduzir o sal na comida
6-Comer mais peixe e menos carne
7-Beber pouco √°lcool
8-Fazer medidas periódicas da pressão arterial (há muitos hipertensos que não sentem nada e vão pagar a conta no futuro)
Essas recomenda√ß√Ķes est√£o ao alcance de quase todas as pessoas e n√£o s√£o caras. Se isso √© verdade na Inglaterra, com certeza √© verdade aqui tamb√©m. Isso evita, com absoluta certeza, o envelhecimento acelerado do cora√ß√£o.

Visite www.momentosaude.com.br
Visite www.minhashistorinhas.art.br

Dor no peito? Procure um cardiologista!

07/10/13

No futuro, ainda neste promissor s√©culo XXI, com o desenvolvimento da Medicina nas √°reas de cardiologia e cirurgia card√≠aca, nossos netos olhar√£o para tr√°s e dir√£o: vencemos a grande causa de morte do s√©culo XX ‚ÄĒ as doen√ßas do cora√ß√£o.
Hoje em dia a doen√ßa que mais mata √© a doen√ßa das coron√°rias, que s√£o as art√©rias que levam sangue ao cora√ß√£o. Obstru√≠das pelo cigarro, pelo excesso de colesterol, pelo diabetes, e, principalmente, pelo estresse, as coron√°rias impedem a chegada de sangue ao m√ļsculo card√≠aco e ele pode morrer ‚ÄĒ isto √© o infarto. No infarto agudo do mioc√°rdio, mais de um ter√ßo dos pacientes morrem imediatamente. Outra parte morre nos dias subsequentes ao infarto e outra parte ainda morre nas semanas seguintes, de complica√ß√Ķes tardias.
Infelizmente, o infarto costuma vir sem aviso pr√©vio. No entanto, algumas pessoas t√™m a sorte, talvez, de serem avisadas com anteced√™ncia de que o infarto se aproxima. √Č o caso daqueles pacientes que t√™m angina de peito. O que √© a angina? √Č a dor passageira no peito, como um aperto muito forte, que dura alguns segundos ou minutos, e que √© desencadeada por esfor√ßos f√≠sicos ou por emo√ß√Ķes fortes, ou seja, situa√ß√Ķes que exigem mais do cora√ß√£o.
A angina pode preceder o infarto de meses ou até anos. Na verdade, nem todo mundo que tem angina terá um infarto necessariamente. Certas pessoas podem ter angina por anos a fio sem nunca sofrer algo mais grave.
Geralmente a angina é um sinal de que o sangue não está chegando direito ao coração. A investigação com o cardiologista é o mais apropriado a se fazer.
A angina pode ser tratada com medicamentos, com dilata√ß√£o das coron√°rias ‚ÄĒ a angioplastia, ou com cirurgia ‚ÄĒ as pontes de safena. O tratamento depende da gravidade da doen√ßa, da idade do paciente e dos riscos da cirurgia. Para cada caso, um tratamento individualizado. Mais e mais os m√©todos minimamente invasivos s√£o empregados, como a coloca√ß√£o de molas met√°licas nas coron√°rias, os stents, em substitui√ß√£o √†s cirurgias cl√°ssicas.
Se você tem dor no peito e não está com uma paixão fulminante, procure um cardiologista.

Visite meu site www.momentosaude.com.br

Angina – dor no peito?

16/09/13

Estou certo de que você já ouviu diversas vezes a palavra angina. Estou certo também de que você não sabe muito bem o que ela significa, mas tem a sensação de que existe algo sério relacionado a ela. Procure no dicionário. Você encontrará o sentido principal da palavra angina: dor. Simplesmente dor. Pode ser uma dor de garganta, uma dor no coração ou outra dor qualquer. Na maioria das vezes, se usa a palavra angina para angina de peito, que é a dor no peito ou dor no coração. Em latim, ¨angina pectoris¨.
A angina de peito pode n√£o ser nada s√©rio: uma dor muscular, uma inflama√ß√£o no es√īfago, uma rea√ß√£o emocional hist√©rica ou uma inflama√ß√£o na pleura. Outras vezes pode ser uma pneumonia ou uma dor no cora√ß√£o. A dor no cora√ß√£o pode ser coisa simples, sem maior gravidade, como pode ser seri√≠ssima.
A angina de peito, quando provocada por doen√ßa no cora√ß√£o, costuma aparecer quando o cora√ß√£o precisa trabalhar mais, por exemplo quando se sobe uma ladeira, ou ao atravessar a rua correndo, ou na rela√ß√£o sexual, ou quando se leva um susto ou se passa por outras emo√ß√Ķes fortes. Tamb√©m quando o tempo est√° muito frio.
A presen√ßa de angina de peito exige uma investiga√ß√£o cardiol√≥gica completa porque pode ser algo mais s√©rio, como obstru√ß√£o das coron√°rias, que s√£o as art√©rias que levam sangue ao cora√ß√£o. Estando obstru√≠das, o risco do infarto √© grande. √Č preciso tratar, antes que o pior aconte√ßa. Nesse sentido, a angina √© uma esp√©cie de aviso. Ela √© um sinal de alerta.
A angina costuma ser uma dor forte no meio do peito, acompanhada √†s vezes de falta de ar, √Ęnsia de v√īmito e transpira√ß√£o excessiva. Dura segundos ou minutos e passa com o repouso. O quadro costuma se repetir a intervalos cada vez menores e pode surgir at√© mesmo sem esfor√ßos f√≠sicos e sem perturba√ß√Ķes emocionais.
Não confunda a dor de coração dos apaixonados não correspondidos com a angina de peito. A paixão pode ser curada com outra paixão, mas a angina precisa de remédios e às vezes até de cirurgia.

Visite meu site www.momentosaude.com.br

Coração de mulher

20/11/12

Antigamente n√£o se ouvia falar tanto de doen√ßas do cora√ß√£o nas mulheres como hoje em dia. S√≥ mulheres idosas apresentavam problemas card√≠acos. A explica√ß√£o para isto n√£o √© dif√≠cil: As mulheres realmente n√£o tinham tantos problemas card√≠acos como t√™m agora. Seus cora√ß√Ķes funcionavam melhor, o √≠ndice de infartos era muito mais baixo e as cirurgias card√≠acas eram quase que exclusivamente feitas em homens.
Existem algumas explica√ß√Ķes para o fato de as mulheres terem atualmente mais problemas card√≠acos, mas destacarei apenas as duas mais importantes: a mudan√ßa do estilo de vida das mulheres e o cigarro.
As mulheres trabalham tanto hoje como sempre trabalharam – muito. S√≥ que atualmente elas trabalham debaixo de press√Ķes maiores, dividem o sustento do lar com seus companheiros, cuidam de casa e t√™m emprego fora. S√£o mulheres divididas e preocupadas. Muitas s√£o solteiras, vi√ļvas ou descasadas e sustentam heroicamente sozinhas v√°rias pessoas. A esse estilo de vida estressante se atribui grande parte dos problemas de cora√ß√£o das mulheres modernas.
O cigarro tem tamb√©m sua responsabilidade no aumento das doen√ßas card√≠acas nas mulheres. Gra√ßas em parte ao novo estilo de vida das mulheres, mais competitivo, mais parecido com o dos homens, mais estressante, mais liberal, as mulheres fumam muit√≠ssimo mais do que fumavam poucas d√©cadas atr√°s. Al√©m disso, a ind√ļstria do cigarro investiu pesadamente no mercado feminino, vendendo a id√©ia falsa de que o caminho da igualdade s√≥cio-econ√īmico-cultural entre mulheres e homens come√ßaria pelo cigarro.
Fumar passou a ser uma bandeira do feminismo, uma espécie de grito de liberdade e de igualdade.
No famoso Instituto do Cora√ß√£o de S√£o Paulo, nos √ļltimos anos, o √≠ndice de cirurgias card√≠acas feitas em mulheres subiu de 19 para mais de 23 por cento. E continua subindo!
A receita para se prevenir as doenças cardíacas é a mesma que se aplica aos homens: não fumar, controlar o peso, fazer exercícios físicos regularmente, fazer exames médicos periódicos no cardiologista depois dos 40 anos, combater o estresse e evitar o álcool em excesso.
 Existe mulher que não tem coração. Se este não é o seu caso, cuide bem do seu porque ele é um só.
Visite meu site www.momentosaude.com.br

Coração e coronárias

01/06/12

O coração precisa ser oxigenado como qualquer outro órgão e recebe sangue bombeado por ele mesmo por meio das artérias coronárias. Porque trabalha muito o coração recebe muito sangue. Estas artérias coronárias penetram na musculatura do coração e levam o precioso oxigênio, que é vital para as células.
As coron√°rias s√£o tubos el√°sticos que v√£o se enrijecendo e obstruindo com o envelhecimento, o que dificulta a chegada do sangue a toda a musculatura card√≠aca. N√£o h√° cura para isso, isto √©, a velhice √© a marca registrada da vida. No entanto, esse envelhecimento pode ser acelerado sob determinadas situa√ß√Ķes, ao que se d√° o elegante nome de fatores de risco da doen√ßa coronariana. Trocando em mi√ļdos: quais s√£o as condi√ß√Ķes em que as coron√°rias entopem mais depressa?
S√£o diversas, mas destacarei os sete fatores mais importantes.
Primeiro: Pressão alta. A pressão elevada danifica as artérias e também a musculatura do coração.
Segundo: Diabetes. Os diab√©ticos infelizmente t√™m um envelhecimento de todas as art√©rias do corpo muito acelerado, principalmente quando n√£o se cuidam direito e deixam o a√ß√ļcar alto no sangue.
Terceiro: Heran√ßa. Existem certas fam√≠lias em que a doen√ßa das coron√°rias √© freq√ľente. Quem pertence a uma fam√≠lia assim corre um risco maior.
Quarto: Cigarro. O h√°bito de fumar provoca obstru√ß√£o mais grave e mais precoce das coron√°rias. Por isso voc√™ v√™ na televis√£o todos o dias o seguinte: “O Minist√©rio da Sa√ļde adverte: o cigarro faz mal √† sa√ļde.‚ÄĚ
Quinto: Colesterol e triglicérides acima do normal no sangue. Essas gorduras naturais fazem mal acima de um certo nível e provocam obstrução das coronárias, até mesmo em pessoas bem jovens.
Sexto: Estresse. A agita√ß√£o da vida moderna e o corre-corre das cidades grandes s√£o sem d√ļvida o grande fator de risco do s√©culo XXI. Somos uma civiliza√ß√£o muito estressada e isto leva √† doen√ßa coronariana.
S√©timo: √Ālcool. O alcoolismo acelera o envelhecimento das coron√°rias e tamb√©m do f√≠gado, do p√Ęncreas e de outros √≥rg√£os.
Se você pretende viver bastante, cuide do seu coração e pule fora dos grupos de risco que você puder. Talvez assim você viva mais e melhor.

Visite meu site www.momentosaude.com.br

Colesterol e triglicérides

28/05/12

Est√° na moda j√° faz algum tempo falar de colesterol e triglic√©rides. Em todos os lugares, at√© nas cabeleireiras, se fala dessas coisas. Na TV, nas revistas e nos jornais tamb√©m. O problema √© que a maioria das pessoas que fala de colesterol e triglic√©rides, at√© na TV, n√£o tem a m√≠nima id√©ia do que s√£o estas subst√Ęncias. Mesmo assim d√£o conselhos, receitam produtos caseiros e prescrevem dietas. Na verdade, infelizmente, muito do que a m√≠dia veicula √© desprovido de qualquer valor cient√≠fico ou educacional. Principalmente em assuntos m√©dicos.
Colesterol e triglic√©rides s√£o gorduras normalmente presentes no sangue. S√£o gorduras necess√°rias. N√£o s√£o os venenos que voc√™ tem sido for√ßado a imaginar pela for√ßa da desinforma√ß√£o. O colesterol e os triglic√©rides, dentro de limites, fazem bem. S√£o na verdade vitais para o organismo. Fora dos limites, como quase tudo na vida, podem fazer muito mal √† sa√ļde. Existe at√© o colesterol HDL que deve ser sempre alto. Quanto mais alto melhor, ao contr√°rio de seus irm√£os malvados, o LDL e o VLDL que, quanto mais baixos, melhor.
Como saber se essas gorduras estão dentro dos limites desejáveis no sangue? Só tem um jeito: fazendo exames de sangue, que são exames rotineiros em qualquer lugar do mundo hoje. Basta ir ao laboratório com uma requisição médica e pronto. Depois de um dia saem os resultados.
Quando em excesso, as fra√ß√Ķes ruins do colesterol e os triglic√©rides podem levar √† obstru√ß√£o prematura das art√©rias de qualquer lugar do corpo, processo chamado de arteriosclerose. As art√©rias ficam obstru√≠das com o envelhecimento, mas essa obstru√ß√£o √© acelerada quando as gorduras do sangue est√£o aumentadas. Da√≠ a import√Ęncia de se dosar as gorduras no sangue de vez em quando.
O tratamento das gorduras em excesso no sangue só pode ser feito por quem entende do assunto: o médico. O tratamento em geral compreende a mudança de hábitos alimentares, exercícios físicos regulares e, às vezes, remédios. Simples, não é?
Pratique o que voc√™ aprendeu hoje e procure um servi√ßo m√©dico para controlar a sua sa√ļde, o que inclui a dosagem peri√≥dica do colesterol e dos triglic√©rides.

Visite meu site www.momentosaude.com.br

Colesterol √©…

27/05/12

Você já ouviu falar num tal de colesterol? Sabe o que é isso? Ele está sempre presente na mídia. Muita gente fala do colesterol até na TV sem ter a menor idéia do que seja.
Colesterol √© uma gordura que temos dentro de n√≥s, todos n√≥s, e que circula pelo sangue. Precisamos vitalmente do colesterol, tanto que o nosso organismo produz constantemente o colesterol. Ele √© a mat√©ria-prima de importantes horm√īnios das gl√Ęndulas adrenais e de todos os horm√īnios sexuais. S√≥ que quando em excesso o colesterol come√ßa a ser depositado nas art√©rias do corpo todo por onde o sangue circula. A√≠ as art√©rias ficam entupidas e o sangue n√£o circula direito. A este fen√īmeno vascular obstrutivo se d√° o nome de arteriosclerose.

Todos n√≥s comemos colesterol todos os dias. Sem problemas. S√≥ que algumas pessoas comem muito colesterol e come√ßam a ter problemas. E veja que n√£o s√£o probleminhas, mas problem√Ķes: Infarto do mioc√°rdio, derrame cerebral, cegueira, impot√™ncia sexual, insufici√™ncia renal e outros.

√Č importante que voc√™ saiba tudo isso para poder se cuidar. Em primeiro lugar, v√° ao m√©dico e pe√ßa-lhe requisi√ß√Ķes para a dosagem do colesterol e tamb√©m das fra√ß√Ķes do colesterol e dos triglic√©rides, outras gorduras presentes no sangue. Depois siga as suas instru√ß√Ķes. Se as gorduras ruins do seu sangue estiverem elevadas, ele pedir√° que voc√™ fa√ßa uma dieta pobre em gorduras animais, isto √©, sem banha, manteiga, queijo amarelo, leite, chocolate e ovos. E pouca carne. E carne magra. Nada de carne de porco ou outras carnes gordurosas. Se o colesterol bom (porque existe o colesterol bom ‚Äď o HDL colesterol) estiver baixo, ele vai receitar exerc√≠cios e medicamentos para que ele aumente.

Seu médico também recomendará exercícios físicos regulares para o melhor controle das gorduras do sangue. Não só no final de semana, mas três a quatro vezes por semana.

Em resumo: Dieta com poucos produtos derivados dos animais e exerc√≠cios f√≠sicos. √Č assim que se cuida da circula√ß√£o, do colesterol e, principalmente, do cora√ß√£o. S√≥ n√£o faz quem n√£o quer.

Tome conta do seu colesterol. Não deixe que ele tome conta de você.

Coração, cuidados e manutenção

27/05/12

A alma não está no coração, mas seguramente o coração é a alma do aparelho circulatório. Por causa dele o sangue circula por todo o corpo, desde o topo da cabeça até às plantas dos pés. E ele não pode parar.

Quando fica doente, ao contrário de outros órgãos, tem que ser tratado sem repouso, batendo sem parar.

Como cuidar do precioso cora√ß√£o para que ele funcione por mais tempo e bem? Preste muita aten√ß√£o porque o que vou dizer vale para o seu cora√ß√£o e tamb√©m para o meu e para os cora√ß√Ķes de todas as pessoas.

Primeiro: N√£o fume. Embora o fumo em si mesmo n√£o fa√ßa mal √† sa√ļde desde que usado com cuidado e de vez em quando, o h√°bito de fumar cigarros todos os dias e por muitos anos √© extremamente prejudicial √† sa√ļde. O cora√ß√£o sofre os efeitos nocivos dos elementos qu√≠micos do cigarro diretamente e sofre tamb√©m por tabela porque para funcionar bem o cora√ß√£o precisa de pulm√Ķes perfeitamente sadios. E, como voc√™ est√° cansado de saber, o cigarro destr√≥i os pulm√Ķes pouco a pouco.

Segundo: Mantenha a forma. A gordura em excesso obriga o coração a trabalhar mais desnecessariamente, o que faz com que ele se dilate e fique velho mais cedo. A obesidade é uma das maiores inimigas do coração sadio.

Terceiro: Se beber bebidas alcoólicas, não beba muito. O álcool em excesso pode danificar o coração diretamente ou lesar outros órgãos dos quais o coração depende para funcionar bem.

Quarto: Se voc√™ sofre de press√£o alta, diabetes ou tem colesterol alto, controle isso porque todas essas condi√ß√Ķes prejudicam a circula√ß√£o do sangue e provocam obstru√ß√Ķes das art√©rias que irrigam o cora√ß√£o ‚ÄĒ as famosas coron√°rias.

Quinto: Faça exercícios físicos com regularidade, de acordo com suas preferências e também segundo os limites impostos pelo cardiologista. Exercícios em excesso fazem tão mal quanto a falta deles para o coração.

Sexto: V√° ao cardiologista pelo menos uma vez por ano a partir dos 35 anos de idade.

Como a mãe, o coração é um só. Cuide bem dele. Cuide bem da mamãe também.

O coração e a garrafa

01/02/12

Se você quiser ter uma idéia bastante aproximada de como o seu coração funciona, faça o seguinte: Pegue uma bisnaga de plástico vazia, de detergente ou de mostarda. Encha-a de água e vá para um lugar aberto. Segure com a sua mão mais forte a garrafinha com o bico para cima. Então aperte a garrafa e solte depressa. Aperte de novo e solte. A cada segundo aperte e solte. O que acontece? Faça a experiência e veja que sai um jato a cada segundo do bico da garrafa. Apertando com mais força o jato sai mais forte e vai mais longe. Apertando fraco o jato sai fraco.

Seu coração funciona assim. Ele é mais ou menos do tamanho de sua mão fechada e faz força muscular do mesmo jeito, bombeando o sangue com maior ou menor força para todo o organismo. Até para o dedão do pé.

O coração sadio do jovem bombeia com força, mas o coração doente do velho bombeia com pouca força.

Depois dessa experi√™ncia fa√ßa outra. Feche o bico da garrafa e deixe-o bem fininho. Ou ent√£o tampe o bico com o dedo de modo a deixar passar pouco l√≠quido. Veja o que acontece. √Č preciso fazer mais for√ßa para eliminar a mesma quantidade de l√≠quido. Isto acontece em certos defeitos do cora√ß√£o em que a abertura de sa√≠da √© estreita e tamb√©m quando a press√£o arterial √© alta. As pessoas que sofrem de press√£o alta t√™m uma condi√ß√£o parecida.

A press√£o alta faz o cora√ß√£o trabalhar mais. Por isso ele se dilata e acaba ficando doente. De forma semelhante √© a situa√ß√£o da pessoa muito gorda. O cora√ß√£o precisa trabalhar mais para conseguir bombear o sangue para todo o corpo com toda aquela gordura. Se o cora√ß√£o trabalha muito ele se gasta mais depressa. Ele pode se cansar e perder a for√ßa, do mesmo modo que sua m√£o n√£o ag√ľenta apertar a garrafa muito tempo seguido.

Vá agora mesmo atrás de uma garrafa plástica e faça a sua experiência, porque um exemplo vale mais do que mil palavras, como diziam os antigos chineses.

Coração insensível

14/01/12

Voc√™ sabe o que significa saber de cor alguma coisa? Literalmente significa saber de cora√ß√£o. A id√©ia por detr√°s desta √© que o cora√ß√£o √© o guardi√£o dos sentimentos. O que se leva ao cora√ß√£o, como o nome da amada, nunca se esquece. N√≥s costumamos dizer ainda outras coisas estranhas sobre o cora√ß√£o: “Ela me partiu o cora√ß√£o”, ou “√Č com dor no cora√ß√£o que digo isso a voc√™”, ou ainda: “Cora√ß√£o de m√£e nunca se engana.‚ÄĚ
Eu e voc√™ ouvimos e dizemos isto sempre, desde pequenos. Sabe por qu√™? Porque antigamente se pensava que o cora√ß√£o tinha algo a ver com a alma ou o esp√≠rito e que as pessoas podiam sentir ou saber as coisas pelo cora√ß√£o. Este conceito antigo ficou nos nossos cora√ß√Ķes, ou melhor, nas nossas mentes.
Desde o s√©culo 17, quando o m√©dico William Harvey desvendou os mist√©rios da circula√ß√£o, sabe-se que o cora√ß√£o n√£o sabe nem sente nada. Ele √© uma bomba muscular que faz o sangue circular por todo o corpo. Como uma boa bomba, o cora√ß√£o n√£o pensa, ele s√≥ trabalha. E nunca tira f√©rias. Desde antes do nascimento o cora√ß√£o bombeia o sangue para a circula√ß√£o, e faz isso at√© que um dia p√°ra ‚Äď √© a morte que chega. Sem o sangue carregando o oxig√™nio para as c√©lulas do corpo todo, elas morrem em poucos minutos, inclusive as c√©lulas musculares do pr√≥prio cora√ß√£o.
O ser humano, sempre tentando imitar a natureza, j√° conseguiu construir o cora√ß√£o artificial. √Č uma m√°quina barulhenta, grande e sujeita a quebras, mas funciona. No futuro, com a miniaturiza√ß√£o, talvez seja poss√≠vel aos cirurgi√Ķes substituir o cora√ß√£o humano por uma bomba mec√Ęnica confi√°vel e eficiente, mesmo que temporariamente. Por enquanto, o melhor substituto para o cora√ß√£o que est√° doente √© o cora√ß√£o de outra pessoa. Por isso existe o transplante de cora√ß√£o, uma grande realiza√ß√£o m√©dica do s√©culo XX, mas j√° sonhada e planejada pelos cientistas dos s√©culos passados.
Peço licença aos poetas e aos apaixonados para dizer que o coração é uma maravilhosa bomba muscular que sustenta a vida, mas que não pensa nem sente nada.

Visite meu site www.momentosaude.com.br