Soluções para a infertilidade

Há vários anos atrás você teve a oportunidade de acompanhar pelos noticiários a luta de Pelé para ter mais um filho com sua então nova esposa. Ele já havia tido filhos com outras mulheres, mas havia ficado estéril porque ter sido submetido a uma cirurgia de esterilização – a vasectomia. Quando se casou de novo, enfrentou um problema que muitos homens divorciados e viúvos enfrentam quando se casam novamente. Sua nova esposa não tinha filhos e queria tê-los, como qualquer mulher normal.
Para superar sua esterilidade, primeiro Pelé fez a cirurgia de reversão da vasectomia, que dá certo na maioria dos casos, cerca de 75%, mas que no caso dele infelizmente não deu. Depois ele foi tratado por meio de modernas técnicas de fertilização assistida e conseguiu finalmente que sua esposa ficasse grávida dele mesmo, isto é, com seus próprios espermatozoides. E foi feliz porque ela ficou grávida de gêmeos. Pelé foi pai de novo, desta vez de gêmeos. Parabéns a ele, à esposa e à equipe médica que cuidou deles!
 O exemplo de Pelé ilustra um ponto muito importante: a medicina moderna já tem soluções muito eficientes para a maioria dos casos de infertilidade conjugal. O que é muito bom porque o número de casais que não consegue ter filhos é enorme. Cerca de 10 a 15% de todos os casais que tentam ter filhos não o conseguem sem ajuda médica. Até há pouquíssimos anos atrás, a medicina podia ajudar apenas a alguns, mas os outros continuavam vivendo a frustração de não poder ter seus filhos ou recorriam à adoção. Agora, com os recursos tecnológicos disponíveis, quase todos os casais poder ter seus filhos biológicos. Infelizmente, os recursos técnicos para se obter esse sucesso só se encontram em cidades grandes, em algumas poucas universidades e geralmente são caros, muito caros.
 Num futuro próximo, no entanto, o tratamento da infertilidade estará ao alcance de todos, como estão hoje a cirurgia cardíaca, as vacinas e os antibióticos.
 Se você conhece algum casal lutando para ter seus próprios filhos, dê a eles essa boa notícia. Além dos filhos do coração poderão também ter filhos biológicos.

visite meu site www.momentosaude.com.br

Deixe um comentário