Mau humor Рsintoma de depresṣo

Você sabia que existe uma doença que se chama a “doença do mau humor”? Esta doença tem sido bem estudada nos últimos vinte anos pelos psiquiatras e é comprovadamente uma forma de depressão mais leve, a que se dá o nome de distimia. Nem sempre é fácil detectá-la porque pode ser confundida com um temperamento mais esquisito ou uma tendência à introversão.
Na verdade a distimia ou depressão neurótica é muito frequente. Ela pode ser reconhecida naquelas pessoas que estão sempre ou quase sempre de mal com a vida. Tais pessoas têm alterações do apetite, geralmente ficam sem fome e perdem peso, estão sempre cansadas e não conseguem se concentrar. Também têm sentimentos de culpa variados e se sentem meio inúteis na vida. Pensam às vezes na morte, mas não são tipicamente suicidas como os depressivos graves. Não! A distimia, esta forma mais leve de depressão, não mata, mas azeda a vida de quem a tem e principalmente de quem convive com ela – dos familiares e colegas de estudo ou trabalho. Quem tem esta forma de depressão vai aos poucos se isolando, não só por afugentar as pessoas ao seu redor, pelo baixo astral permanente que encarna, mas também pela fuga do contato com outras pessoas.
Quem tem depressão desta forma precisa de ajuda especializada. O tratamento compreende uma abordagem psiquiátrica com medicamentos antidepressivos e apoio psicoterápico. De modo algum o depressivo é efetivamente ajudado por aquelas pessoas que fazem sermões do tipo: “Levante a cabeça. Deixe de tolice. Você tem tudo na vida, não tem de que reclamar.” Ou ainda conselhos pouco profissionais de médicos que não conhecem a depressão: “Você está com estafa. Tire férias, tome umas vitaminas e faça exercícios, que tudo vai desaparecer.” Nada disso ajuda o paciente depressivo. Ele precisa ter sua doença reconhecida, principalmente por aqueles que com ele têm laços afetivos. Ele deseja desesperadamente que seus médicos, amigos e parentes não chamem seu estado de “tolice”, mas de doença.
O mau humor pode ser só mau humor mesmo, mas também pode ser uma forma de doença depressiva, que tem tratamento e pode sarar.
Visite meu site www.momentosaude.com.br

Deixe um comentário