O automóvel e a pressão alta

Você provavelmente já andou muitas e muitas vezes de moto, carro, trem, caminhão ou ônibus. Provavelmente você já passou pelo aborrecimento de estar no veículo quando ele quebrou. Não foi muito chato? Já aconteceu comigo algumas vezes. Das muitas quebras de veículos motorizados, a queda ou a elevação na pressão do óleo do motor ou a elevação da temperatura e da pressão dentro do radiador, são causas muito freqüentes de defeitos. Nas corridas de Fórmula 1 não é raro ver um carro abandonando a prova debaixo de fumaça e vazamento de óleo depois de uma dessas alterações de pressão.
Dentro de nós, que não somos máquinas comuns, somos máquinas vivas e extremamente complexas, corre sangue por uma tubulação chamada circulação. O sangue é bombeado pelo coração para todas as partes do corpo, mesmo as mais distantes. Para chegar até os pés, por exemplo, tem que haver uma certa pressão, se não o sangue não chega lá e os pés ficam frios. Pois é, quando o organismo trabalha com pressões muito altas, o que nós médicos chamamos de hipertensão arterial, tal como nos automóveis pode ocorrer uma “quebra”. A circulação pode romper-se, alguns vasos podem entupir, a bomba (que é o coração) pode se dilatar…
Cuidar da saúde do corpo é muito mais importante do que cuidar da saúde do automóvel, o que nem sempre fazemos. A pressão alta é facilmente detectada por qualquer médico ou enfermeiro e pode ser tratada com grande sucesso. Infelizmente, há um montão de hipertensos e só um pequeno número deles está em tratamento. Sabe por quê? Por falta de conhecimento ou medo. Muitos se sentem bem e não sabem que a pressão alta pode matar ou aleijar sem aviso prévio. Pensam que a pressão alta deve ser tratada só quando ocorrem sintomas como dor de cabeça, tontura e mal-estar. Estão totalmente enganados porque a pressão alta pode não provocar qualquer sintoma durante vários anos.
Todos que têm bom senso e pretendem aproveitar a vida devem ter suas pressões medidas de vez em quando. Se hipertensos, que procurem tratamento enquanto é tempo, antes que a “máquina” quebre.
Visite meu site www.momentosaude.com.br

Deixe um comentário