Fumar dá câncer

Ricardo tem 45 anos e está com câncer de pulmão. Tem esposa e quatro filhos adolescentes. Dificilmente vai ficar curado porque o câncer está muito avançado. Ele já passou por cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Provavelmente viverá só mais alguns meses, com grande sofrimento para ele e para os que gostam dele, seus amigos e parentes. Que pena! Coitado do Ricardo! Ele vai morrer e sabe disso.
Você sabe por que ele tem esse câncer? Porque fuma desde os quinze anos de idade. Só por isso. Não há outra explicação. O cigarro é a causa de sua doença e de seu sofrimento. Hoje ele sabe disso e se arrepende, mas… tarde demais.
O câncer de pulmão é uma doença gravíssima e pode matar. É uma das causas de morte mais comuns em homens e mulheres em todo o mundo. No entanto, o câncer de pulmão é frequente somente entre os fumantes. Os que não fumam raramente são vítimas dessa forma de câncer. Diversas outras doenças ocorrem preferencialmente em fumantes: osteoporose, câncer de boca, câncer de laringe, câncer de língua, câncer de esôfago, câncer de bexiga e vários outros. Também as doenças do coração, do cérebro e dos pulmões.
Ricardo tem apenas 45 anos de idade e está morrendo de câncer de pulmão por causa do cigarro. Ele gostaria muito de passar esta lição dolorosa para seus quatro filhos, mas eles já aprenderam a fumar e no fundo não acreditam que a doença do pai possa atingi-los da mesma forma. Como todos os adolescentes, eles acham que são invulneráveis. Ricardo pensava do mesmo modo quando era adolescente.
Na verdade, quanto mais cedo se aprende a fumar, mais difícil fica deixar o cigarro. É justamente por isso que as grandes companhias de cigarros envenenam os jovens com suas propagandas sedutoras. Preste atenção e veja que as propagandas mais bonitas e sofisticadas são as dos cigarros.
Não jogue sua vida fora como o Ricardo. Pare de fumar e não permita que seus filhos fumem.
O Ministério da Saúde e toda a comunidade científica advertem: o cigarro faz muito mal à saúde. Não fume.
Visite meu site www.momentosaude.com.br

Deixe um comentário